Enxerto de gordura (lipoenxertia)

O envelhecimento facial envolve a perda de volume, com atrofia dos tecidos e uma maior visibilidade das estruturas ósseas da face, com surgimento de sulcos mais marcados. A reposição do volume facial com gordura é uma boa opção, por se tratar de um material do próprio organismo (autólogo). Esta pode ser injetada em sulcos e depressões, além de acrescentar volume aos lábios e a região malar (“maçãs” do rosto).

O procedimento para a coleta de gordura envolve lipoaspiração de gordura de outro sítio do corpo e seu preparo para ser injetada na face. Sabe-se que nem toda a gordura injetada ira ser incorporada ao local injetado, já que parte dessa gordura é reabsorvida (estima-se de 30 a 50%) nos primeiros meses. Ainda assim, é um procedimento permanente, já que a gordura enxertada será integrada a área receptora.